Arquivo da categoria ‘Notícias’

A AMME está com as matrículas abertas para os cursos de agosto (extensivo 3 meses).
Início das aulas: a partir do dia 09 de agosto/2016.

DJ1.png

O curso de discotecagem digital com software é indicado para quem deseja aprender a discotecar profissionalmente como DJ. Neste curso o aluno vai saber mais sobre o mundo da música eletrônica e outros estilos e sub gêneros, vai aprender técnicas de mixagem, mercado do DJ atual, como fazer festas e muito mais.

Disponibilidade:

Opção 1 – Segundas e Quartas Início: 10/08
Horários: 18:30 às 20:30 ou 20h30 às 22h30.

Opção 2 – Terças e Quintas Início: 09/08
Horários: 10:00 às 12:00 ou 14h15 às 16h15 ou 18h30 às 20h30

O aluno sairá do curso capacitado para:

  1. Atuar como DJ em clubs, eventos, desfiles de moda, peças de teatro, museus ou qualquer ação que necessite de um fundo musical;
  2. Produzir e promover eventos;
  3. Produzir conteúdo de áudio para internet, rádios corporativas e outras modalidades de multimídia.

Quero saber mais sobre o curso de discotecagem digital com software


F.A.Q – Perguntas Frequentes:

• O curso extensivo tem o mesmo conteúdo dos outros cursos?
Sim. Todos os nossos cursos possuem a mesma carga horária. O que diferencia o curso extensivo do curso intensivo (3 semanas) por exemplo, é que no intensivo o aluno tem aulas todos os dias. No extensivo não. Mas o conteúdo é o mesmo.

• Qual o valor dos cursos?
Para valores por favor nos envie um e-mail para ammeproducoes@gmail.com
por meio deste e-mail enviaremos todas as informações referentes a matrícula, pagamento e etc.

• Por qual curso devo começar?
O curso é um curso “Nível I”. É comum alunos começarem por DJ e depois querem fazer o curso de Produção Musical. Se você quer trabalhar com discotecagem (tocar músicas dos outros e suas), o melhor é começar por DJ.

• Preciso levar algum equipamento pra aula?
O único equipamento que recomendamos para o curso de DJ é o fone de ouvido. Isso é uma ferramenta pessoal que vai caminhar com o profissional da área no decorrer de sua profissão. Então é importante você se preocupar em ter um. Mas o ideal que tenha os equipamentos em casa para treinos.

• É necessário ter algum conhecimento na área antes de fazer os cursos?
Não, o aluno precisa apenas saber ler e escrever, o resto é ensinado do “zero”, não precisa ter nenhum conhecimento de música.

• Qual a idade mínima para fazer os cursos?
A idade mínima é 12 anos.


Informações e matrículas:

Faça a sua matrícula pelo telefone: (31) 99246-2170
Ou pelo e-mail: ammeproducoes@gmail.com

Endereço: Rua Wiver Hernandes da Silva, 292 – Castelo – CEP: 30840-720 – Belo Horizonte, MG

MASSIVE

Airy (Arejado) – São timbres que soam como eles estivessem rodeados por um grande espaço reflexivo cheio de ar. São dotados de boa reprodução de reflexões de alta frequência. A resposta a altas frequências estende-se a 15 ou 20 kHz .

Ambience (Ambiência) – Este termo refere-se à noção de um determinado espaço, como por exemplo, uma sala de gravação.

Articulate (Nítido, definido) – Clareza/ definição de um timbre e da interação entre dois ou mais timbres.

Bassy – Refere-se à ênfase no baixo.

Blurred (Desfocado) – Resposta pobre dos transientes. Ausência de definição.

Body (Corpo) – Refere-se ao médio-grave.

Boomy – Excesso de baixo em torno de 125 Hz. Presença de ressonâncias de baixa frequência.

Boxy – Presença de ressonâncias que causam a percepção de que a música está dentro de uma caixa. Muitas vezes, essas ressonâncias estão entre 250 a 500 Hz.

Bright (brilhante) – Ênfase nos médio-agudos. Presença de harmônicos evidentes em relação à fundamental.

Coloured (colorido) – Presença de timbres não comuns na vida real.

Crispy  (crocante) – Presença de resposta de altas frequências, especialmente em pratos.

Dark (escuro) – O contrário de bright. Balanço tonal decrescente em frequências altas.

Depth (profundidade) – Senso de distância ou posicionamento dos instrumentos.

Dry (seco) – Ausência de reverberação ou delay.  Contrário de wet (molhado).

Dull – O mesmo que dark.

Edgy – Resposta excessiva de altas frequência. Os harmônicos são muito fortes em relação à fundamental. Distorcido.

Harsh – Abrasivo. Presença excessiva de médio-agudos.  Picos nas frequências entre 2 e6 kHz.

Highs – Frequências acima de  6000 Hz.

Hollow – Falta de médios.

Juicy – Som com energia e vida.

Liquid – Ausência de textura.

Muddy – Ausência de clareza, poucos harmônicos.

Punchy – Boa reprodução da dinâmica. Boa resposta de transientes com forte impacto.

Sibilant (ou Sibilance) – É aquele som de “sssshhh” em vocais. Geralmente, ocorrem entre 4Khz a 8Khz, podendo se extender até 10kHz. a sibilância é frequentemente ouvida no rádio.

Sizzly – Mais ou menos como a sibilância. Refere-se à presença de muitos agudos nos pratos.

Smooth – Macio, sutil, fácil de ouvir (o contrário de harsh).  Resposta mais flat.

Thick – Falta de articulação e clareza no baixo. .

Thin – Refere-se ao fato de a fundamental ser fraca em relação aos harmônicos.

Tight – Boa resposta e detalhes dos transientes de baixa frequência.

Warm – Refere-se à boa qualidade do baixo, frequências baixas adequadas e harmônicos adequados de acordo com as fundamentais.

Wet – Contrário de dry. Som reverberante, algo com decay.

Fonte: head-fi.org

Esses são os principais tópicos que vemos por aí nos fóruns, cursos e tutoriais.

É necessário que você comece a entender cada vez mais essas palavras, pois elas serão parte do seu dia a dia!

Beatport-Pro.png

Informamos no final de março deste ano que a Beatport havia sido colocada à venda e, de acordo com um documento oficial, apresentado pelo site Scribd, o leilão começaria no dia 3 de maio, no escritório da empresa de direito internacional em Nova York, Greenberg Traurig. No entanto, segundo outro comunicado oficial, feito nesta semana, na terça-feira (10), o leitão foi suspenso e algumas mudanças na plataforma serão feitas.

Conforme afirma a empresa, perante ao seu esforço para ser tantas coisas, seu foco em oferecer o melhor suporte aos seus clientes da comunidade de DJs foi perdido. Portanto, para voltar a focar em sua loja de música digital (Beatport Store), as melhorias serão feitas a partir do dia 13 de maio, sob a proposta de deixar o site 51% mais rápido e fechar o ‘Beatport News’, o ‘Serviço de Streaming’, o ‘Mobile App’ (que conta com vídeo em streaming) e a categoria ‘Events’, presente no site.

Confira o comunicado aqui.

Fonte: Revista Phouse

Deixe seu comentário!

cdj2000nxs2

A Pioneer DJ anunciou nessa semana o lançamento de dois novos produtos da sua categoria Nexus, o CDJ-2000NSX2 e o DJM-900NSX2. Os equipamentos da linha que hoje é padrão nos setups dos grandes DJs mundiais, agora contam com uma qualidade de som melhorada, contendo uma placa de som de 96 kHz e conversor 32-bit D.

(mais…)

djban-emc-traktor-vs-serato-01Traktor vs. Serato DJ: Comparando Efeitos

Serato DJ ou Traktor Pro 2? É uma pergunta comum que aparece muito nos Foruns DJ. Ambos os programas têm várias características únicas que os diferenciam, como a mixagem de vídeo no Serato DJ ou recursos de mapeamento MIDI aprofundados no Traktor.

E sobre efeitos? Um é verdadeiramente melhor do que o outro? Hoje vamos dar uma olhada nas semelhanças e diferenças entre as unidades de efeitos do Traktor Pro 2 e Serato DJ.

Efeitos: Controles & Modes

Traktor Pro 2 FX Modes: Group ou Single

O Serato DJ e Traktor Pro 2 têm uma configuração de efeitos e fluxo de trabalho muito semelhante. No Traktor Pro 2 todos os efeitos (com exceção do Macro FX) podem ser alternados entre “Single” ou “Group”. O modo “Single“ permite aos DJs escolherem um efeito com 3 knobs e botões ajustáveis – filtro, feedback, e rate no caso do efeito Delay. Os parâmetros variam ligeiramente de efeito para efeito. O modo “Group”permite que os DJs possam carregar até 3 efeitos em uma cadeia com um parâmetro ajustável para cada efeito. Cada efeito alimenta o próximo, permitindo combinações únicas. Os parâmetros de efeito mudam dependendo de qual efeito é carregado.

Um problema com o Traktor é que nem todos os efeitos no modo “Group” indicam o parâmetro que está sendo controlado. Por exemplo Delay irá exibir a taxa de atraso em frações (1/2, 1/4, 1/8 etc.), mas o Reverb só vai mostrar um valor percentual. A única maneira de descobrir o que cada botão está controlando é ler sobre os parâmetros de efeitos no manual do Traktor. Finalmente todas as unidades de efeito têm um botão DRY / WET dedicado para controlar o sinal global/mixagem do efeito tanto no modo “Single” quanto no modo “Group”.

Serato DJ FX modes: Single FX or Multi FX

O Serato DJ tem uma configuração de efeitos semelhante ao Traktor. DJ-FX pode ser controlado no modo Multi FX ou Single FX . Estes modos são semelhantes aos modos “Single” e “group” do Traktor. A grande diferença do Serato DJ é que não são todos os efeitos que são comutáveis entre os modos Single e Multi FX. Alguns efeitos estão disponíveis apenas em um modo ou outro. Single e Multi FX também aparecem como dois efeitos distintos, por exemplo, há um Single FX para Echo e Multi FX para Echo. Isso faz com que pareça que há mais efeitos no Serato DJ quando realmente alguns efeitos aparecem duas vezes nos diferentes modos de FX.

Os controles de efeitos são ligeiramente diferentes no Serato DJ. No modo Single o primeiro botão sempre atua como um DRY / WET, com mais dois knobs e botões para controle de parâmetro do efeito. O modo Multi FX não tem controle DRY / WET para a unidade global de efeito. Os knobs para cada efeito carregado no modo Multi FX controlam a profundidade do efeito (Depth). Assim como o Traktor não há nenhuma indicação de parâmetro para knobs no modo Multi FX.

Tanto o modo Single como o Multi FX incluem uma batida multiplicadora, onde é possível ajustar o tempo e ritmo do efeito. Também é possível ter contagens pontilhadas e obter algumas variações de swing. Por padrão, os efeitos serão sincronizados com o BPM da track. O BPM para a unidade de efeito também pode ser selecionado manualmente, o que torna uma ótima ferramenta para as transições de BPM.

As unidades de efeitos no Serato DJ podem ser atribuídas ao canal Master. Então, toda música que sai da saída Master terá efeitos. Isso também é possível no Traktor Pro 2, atribuindo todos os decks para a mesma unidade de efeito, mas é bom ter uma opção Master dedicada.

Uma última nota é que muitos efeitos do Serato DJ parecem ter uma trilha de efeitos agradável depois de desligar o mesmo. Eles desaparecem perfeitamente enquanto alguns dos efeitos do Traktor podem terminar abruptamente.

Combo & Macro FX

Macro FX in Traktor are marked with an “M” icon.

Tanto o Traktor quanto o Serato DJ têm uma coleção de efeitos que são essencialmente botões super-FX. No Traktor eles são conhecidos como Macro FX (lançado juntamente com o Kontrol Z2) e no Serato DJ eles são chamados de Combo FX. Estes efeitos são, na verdade vários FX unidos em camadas para criar um efeito muito poderoso e dinâmico. O comportamento desses efeitos é diferente em comparação com outros efeitos, em vez de o efeito ser completamente desligado quando um knob é totalmente virado para a esquerda, o Combo / Macro FX estão “desligados” quando o botão está no centro (ou na posição de 12 horas). No Traktor os Macro FX são marcados com um ícone “M” enquanto no Serato DJ Combo FX são rotulados como “Combo” (Combo Filtro Automático).

O efeito é ativado, girando o knob para a esquerda ou direita da posição central. Girando o knob para a esquerda ou para a direita irá resultar em diferentes variações de efeitos de cada lado, dando aos DJs poderoso efeitos com um controle simples.

Expansões de efeitos

FX expansions are available through Serato DJ’s in app purchases.

Desde o lançamento do Serato DJ, a Serato tem parceria com a iZotope (criador de plug-ins de efeitos populares, como Stutter Edit) para liberar pacotes de expansão de efeitos. Por enquanto há um total de 4 pacotes de expansão disponíveis para aquisição. O Wolf Pack está disponível como uma expansão gratuita. Há três outros pacotes de expansão:

  • Back Pack: Um dub pack analógico e efeitos old school
  • Chip Pack: Um pack 8-bits de efeitos flexíveis
  • Jet pack: Um pack aéreo, viajante e mais raver de efeitos EFEITOS.

O Traktor Pro 2 não tem pacotes de expansão de eeitos mas adicionou novos FX, como o “Auto Bouncer”, “Filter Peak”, e Macro FX junto das atualizações do software. A Native Instruments feito experiências com compra através de apps com o Traktor DJ para iOS, por isso é possível que eles estejam fazendo isso para testar antes de trazê-la para Traktor Pro.

EFEITOS

Both Traktor Pro 2 and Serato DJ allow DJs to choose the available FX.

Ambos os programas têm uma grande coleção de efeitos e com a capacidade de agrupar até 3 FX em cadeia, assim os DJs têm muita liberdade criativa em fazer suas próprias combinações únicas de efeitos. Existem várias estilos de efeitos de build e breakdown, efeitos rítmicos, delays sincronizados. Algumas pessoas ainda vêem o Traktor sendo mais adequado para música eletrônica e o Serato DJ mais adequado para o hip-hop. Realmente não há limites de gêneros em que os efeitos podem ser usados, é simplesmente uma questão de experimentação para descobrir onde estão os efeitos mais adequado no seu conjunto. Então qual software tem o maior quantidade de FX?

Serato DJ

  • Base FX – 12 Multi FX, 10 Single FX
  • Wolf Pack (Expansão Gratuita) – 11 Multi FX, 6 Single FX
  • Backpack (US$19) – 13 Mutli FX, 5 Single FX
  • Chip Pack (US$19) – 10 Multi FX, 5 Single FX
  • Jet Pack (US$19) – 10 Multi FX, 5 Single FX
  • 86 FX in total (com todas as expansões)

Traktor Pro 2

  • 32 Efeitos Single/Group comutáveis
  • 11 Macro FX
  • 43 FX no total

Uma coisa importante a se notar é que muitos dos efeitos em ambos os programas não são completamente originais, eles são variações ou modulações de efeitos populares, tais como delay, reverbs, filtros e ecos. Por exemplo Traktor Pro 2 tem 8 diferentes efeitos de Filtro Baseados (Filter 92, Filter LFO, Filter Pulse etc.) e o Serato DJ tem 7 efeitos “Echo” . Não que isso seja uma coisa ruim, mas algo a ter em mente que cada efeito não é de um tipo. Devido ao grande número de efeitos tanto no Traktor Pro 2 e no Serato DJ permitem que os DJs personalizem quais efeitos são mostrados, assim os DJs podem remover efeitos que não utilizam na lista FX.

Quais são as principais diferenças?

The Traktor Pro 2 mapping system gives DJs more control over FX with midi controllers.

Existem algumas diferenças importantes entre o Traktor Pro 2 e o Serato DJ, além dos pacotes de expansões de efeitos. O primeiro é o número de unidades de efeitos. O Traktor Pro 2 tem 4 unidades de efeitos que podem ser atribuídos a todos os 4 decks. DJs podem emparelhar algumas de unidades de efeitos individuais para um deck ou dedicar uma unidade de efeitos para cada faixa. No Serato DJ existem apenas duas unidades de efeitos, mas eles podem ser atribuídos a qualquer um dos quatro decks ou na saída geral MASTER.

O Traktor Pro 2 tem snapshot de efeitos, que permite aos DJs salvar suas configurações de parâmetros favoritos para cada efeito. Portanto, se um DJ encontra-se usando o mesmo efeito com configurações repetidamente, eles podem salvar essas configurações para que eles sejam constantemente relembrados cada vez que o efeito é carregado, ao invés de ajustar os parâmetros para as configurações desejadas manualmente toda vez que o efeito é carregado.

Ambos os programas suportam controladores de mapeamento para as unidades de efeitos, no entanto Traktor tem uma vantagem já que o mapeamento MIDI suporta um controle mais afinado sobre os knobs e botões, que permite mapeamentos de efeitos únicos, como mapeamentos de estilo Instant Gratification (popularizado pelo Midi Fighter). Por exemplo, é possível mapear um único botão no Traktor para carregar um efeito específico, ligá-lo, definir todos os botões e knobs de efeitos para um valor específico, e depois desligar o efeito após o botão no controlador é liberado. Este tipo de mapeamento dinâmico não é possível no Serato DJ neste momento.

Ouvindo o efeito em ação

Há tantos efeitos para comparar que se formos entrar em detalhes sobre cada um deles daria um pequeno livro. Mas nós queremos que você ouça como estes efeitos soam e deixe seus ouvidos decidirem. Neste vídeo foram comparados 14 efeitos semelhante no Serato DJ e no Traktor. Todos os efeitos foram carregados no modo Group/Multi FX (com exceção do Noise Sweep vs. Gater).

Fonte: DJ Techtools

(mais…)